Menu

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.


Queridos familiares!Um breve relato  so- bre  nossa Família  Nery, escri to por mi-  nha mãe, Terezinha Nery. Se alguém tiver mais dados para completar vamos tentando resgatar nossa origem. Beijos!


 HISTÓRIA DA FAMÍLIA NERY

     Por Terezinha Nery Souza

 

Filhos de pai italiano e mãe de origem francesa, os irmãos João Phillipe Nery, José Phillipe Nery e Antonio Phillipe Nery vieram da Itália embarcando na cladestinidade em Nápoles com destino ao Brasil.                                      Ignora-se a província de origem, pois no atestado do vovô João Phillipe Nery não consta o nome da província, só Itália.

Não puderam atracar no porto do Rio de Janeiro, pelo motivo de febre amarela.

Tornaram-se viajantes e negociavam chapéu para a campanha. Chegaram a conhecer 11 estados brasileiros e várias repúblicas.

 

Falaram que tinham vindo de Montevidéu e que haviam deixado familiares lá.

No decorrer do tempo se desmembraram, isolando-se mutuamente e não mantiveram contato:

- Antonio Phillipe Nery mudou seu sobrenome para              Antonio Francisco Nery e ficou no Rio de Janeiro;

- José Phillipe Nery foi para o estado de Alagoas;

- João Phillipe Nery para o estado de Minas Gerais.

 

Histórico:

 

1) João Phillipe Nery nosso avô, pai de Pedro Nery , filho único radicou-se em " Vila Patafufo" hoje Pará de Minas. Casou-se com Maria Agostinha de São José, filha de José Antonio Ribeiro Camargos (fazendeiro na região) e de Iva Garcia Leal.

Mudaram-se para "Dores de Campo Formoso" hoje Dores de Campo Florido quando na comarca de Uberaba - Triângulo Mineiro.

Numa comitiva levaram em suas companhias, um casal de escravos e um escravo solteiro alforriados.

Nosso pai Pedro Nery nasceu em Campo Florido em 26 de agosto de 1813.

Saíram de Campo Florido em mudança para a "Vila Nossa Senhora do Carmo dos Morrinhos" hoje a cidade de Prata - Triangulo Mineiro - MG e meu pai estava com cinco anos de idade.

João Phillipe Nery fabricava pólvora e viajava em comitivas de burros pelos sertões vendendo pólvora e tinha o apelido de "João Pólveiro ".

 

2) José Phillipe Nery que foi para o estado de Alagoas, não obtiveram notícias dele.

 

3) Antonio Phillipe Nery ou Francisco Nery que ficara no Rio de Janeiro, conforme relato acima, bem como informações de sua filha D. Angelina que tivemos a felicidade de conhece-la, seu pai Antonio veio para Minas Gerais, casando-se com uma índia que veio a falecer de parto deixando-lhe um filho que foi batizado com o nome de José ( nome do tio ) e que também veio a falecer na adolescência; Antonio tornou-se agricultor ( cafe, cana, etc...) perto do município de Muriaé....

 

... O primeiro contato com os familiares do Tio Antonio deu-se através de meu filho Pedro Nery Neto que casualmente conhecendo Paulo Nery e conversaram sobre a possibilidade de "Phillipe Nery" ser o mesmo, o que motivou nossa ida a Ravena - MG Estivemos em Ravena, eu, Vasco Welber Nery Souza Nery, tias Maria Nery e Maria Augusta Nery ....

 

... Em Ravena, além de D. Angelina, ficamos conhecendo a sra. Nilce mãe de Paulo, seu irmão, esposo e sua irmã D. Maria Helena que reside em Belo Horizonte. Outra irmã de D. Angelina mora em Florestal - MG.... "

Tenha também o seu site. É grátis!